CONVIDADES

AGATHA LIMA

– Fundadora da ONG ASGATTAS Ribeirão Preto
– Conselheira Municipal LGBT, Saude e Cultura
– Ex presidente do Conselho Estadual dos Direitos da População LGBT de SÃO PAULO
Ex Membro comitê saúde integral estadual
Ex membro GT secretaria estadual de segurança pública
Ex secretaria de comunicações e assuntos internacionais da ANTRA

ANDREA GERASSI

50 anos, nascida em São Paulo, casada, mãe de três flores, duas meninas cis e uma menina trens. Não sou acadêmica meus conhecimentos são buscas incessantes que a natureza chamada vida me da de presente. Como uma poetisa consigo perceber o mais feio a totalidade de tudo perfeito, transbordo-me com a alegria humana.

ARUANÃ SIQUEIRA TORRES

Atualmente é trabalhador autônomo com agricultura orgânica, cultivo e comércio. Voluntário em trabalhos terapêuticos de bioenergia Reiki e cromoterapia. Trabalhou no PSF/SUS de Franco da Rocha e depois na SPDM/UNIFESP em assistência à diversas famílias marginalizadas. Formação técnica de informática, mas estudante de Filosofia.

ERICA MALUNGUINHO

Erica Malunguinho é transativista, arte-ativista, pretativista, agitadora cultural e educadora. Mestra em Estética e História da Arte. Tornou-se a primeira deputada estadual trans eleita no Brasil, em 2018, com mais de 55 mil votos no estado de São Paulo. Nascida no Estado de Pernambuco, vive em São Paulo há 17 anos. Antes de entrar na política institucional, trabalhou na educação de crianças e adolescentes, com ampla atuação na formação de professores. Erica é conhecida por ter parido, na região central da cidade de São Paulo, um quilombo urbano de nome Aparelha Luzia, território de circulação de artes, culturas e políticas pretas, visível também como instalação estético-política, zona de afetividade e bioma das inteligências negras.

INDIANARAÊ SIQUEIRA

Transvestigenere , pute , presidente de Grupo Transrevolução ,vereadore suplente do Rio de Janeiro idealizadore da CasaNem ( abrigo para lgbtis) e PreparaNem ( pré vestibular para transexuais)

JACQUELINE CHANEL

Articuladora Social do Projeto Séfora’s de inclusão Radical de Travestis Transexuais e Transgêneros;
Diaconiza da Igreja Inclusiva ICM Igreja da Comunidade Metropolitana;
Cabeleireira;
De Belém do Pará.

LEONARDO PEÇANHA

Mestre em Ciências da Atividade Física pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Senso da Universidade Salgado de Oliveira (PGCAF-UNIVERSO) e Especialista em Gênero e Sexualidade pelo Instituto de Medicina Social da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (IMS/UERJ). Possui graduação em Licenciatura Plena e Bacharel em Educação Física pelo Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM). Desenvolve pesquisas com as temáticas de transgeneridade (transmasculinidade negra, gestação paterna, atletas trans), sexualidade, gênero e violência. Ex-atleta amador de futebol. Ativista Transfeminista Negro das Transmasculinidades. Idealizador e colunista do: Negros Blogueiros. Blog onde expressa seus pensamentos e debate sobre raça, gênero, sexualidade e classe com outros homens negros.

PRI BERTUCCI

Pri é uma pessoa trans não-binário, crescido na periferia da Zona Sul de São Paulo. Artista social, identifica-se como gênero queer, dirige documentários, é fotógrafo, diretor de arte, fundador e CEO do label [SSEX BBOX], que há mais de 10 anos pesquisa e materializa produções sobre gênero e sexualidade.

Busca através de seus trabalhos trazer mais visibilidade para a comunidade LGBTQIA+. E como diretor do [DIVERSITY BBOX] trabalha com grandes empresas para a criação de mais oportunidades e equidade para grupos minorizados. Além de ser fundador e organizador da Marcha do Orgulho Trans de SP.

SHAY BITTENCOURT

Pessoa trans não-binaria nascide em condição de intersexo, diretore da ABRAI, consultore da Comissão de Diversidade e Gênero da OAB e membro do Comitê Trans e Intersexo da Secretaria Municipal de Saúde.

SYMMY LARRAT

Formada em Comunicação Social Habilitação Publicidade e Propaganda na Universidade Federal do Pará, milita na aera de Direitos Humanos há cerca de 19 anos, no começo atuava na defesa da Democratização das comunicações e hoje atua no ativismo pelos Direitos Humanos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) em especial pelo Reconhecimento da Identidade de Gênero de pessoas Trans. Foi Conselheira Estadual LGBT no Pará, atuação que levou a trabalhar na Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República como Coordenadora-Geral de Promoção dos Direitos LGBT, na sua experiência com gestão pública também foi a Coordenadora do Programa Transcidadania da Prefeitura de São Paulo.

LAERTE COUTINHO

Cartunista, quadrinista e roteirista. É parte da cena brasileira de quadrinhos underground desde a década de 1980, junto com Angeli e Glauco. Nos últimos anos, Laerte destacou-se na comunidade LGBT brasileira por ter assumido sua transgenereidade e ter se engajado como ativista.

MAITE SCHNEIDER

Mulher trans, atriz profissional, poetisa, escritora, depiladora, e lutadora por um mundo em que as pessoas possam ser elas mesmas, sem medo de arrancarem seus direitos e até perderem sua vida.

MÁRCIA ROCHA

Empresaria, advogada integrante da Comissão da Diversidade Sexual da OAB/SP, pós graduada em Educação Sexual, com assento no comitê de Direitos Sexuais da World Association for Sexual Health, coordenadora do projeto Transempregos.

NEON CUNHA

Publicitária, diretora de arte, designer gráfica, funcionária da Prefeitura de São Bernardo do Campo e colabora como assistente de estilo com a marca Isaac Silva. Ativista independente, mulher negra, ameríndia, feminista e transgênera. Conquistou junto a justiça brasileira o reconhecimento do seu gênero e alteração de prenome se recusando a passar pelo processo patologizador e afirmando o direito da dignidade do auto reconhecimento, constando nos autos processo que na negação deste direito preferia a morte assistida. Por meio do Geledés denunciou junto a OEA (Organização dos Estados Americanos) os crimes de ódio contra a população transgênera do Brasil, foi a primeira pessoa transgênera a falar nesta organização.

VALÉRIA RODRIGUES

39 anos, travesti, Coordenadora Geral do Instituto Nice, documentarista e consultora em direitos humanos e diversidade sexual pelo Conselho Latino-americano de Ciências Sociais

PRECISAMOS DA SUA AJUDA!

Quer ser voluntárix, apoiadorx ou patrocinadorx da marcha?